segunda-feira, 26 de julho de 2010


Ontem o Senhor nos abençoou com um sermão reflexivo sobre a Paz. Ao lermos o livro de Juizes cap. 6 vers 11-24, deparamos com uma declaração de Gideão ao erigir um altar "...e chamou-o O Senhor é Paz". O que merece destaque neste contexto é que ao fazer tal declaração a situação do povo ainda continuava como a descrita nos vers 1 à 10 do mesmo capítulo; pergunto: Se a situação do povo e do próprio Gideão ainda era de opressão, de guerra, de sitio, como pode este homem afirmar que o Senhor é Paz? Percebam o versículo 23: "Porém o Senhor lhe disse: Paz seja contigo; não tenhas medo, não morrerás." a palavra de animo que Deus imprimiu no coração de Gideão fez com que o medo do seu coração fosse neutralizado, logo, a Paz achou lugar. Com este pensamento sou remetido a concluir que Paz não é ausência de guerra ou conflito, mas sim, ausência de medo. Não é difícil embasarmos este pensamento a luz das Escrituras, observe tão somente a vida de homens como que em meio a provação mais ferrenha apresentada na Bíblia sagrada teve a tranqüilidade de declarar como descrito em Jó 19:25 "Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra." Jó Conhecia a Deus e isto lhe fazia ter a certeza de que o medo era o sentimento mais improvável na sua situação, Jó em meio as provações tinha Paz. Olhe para Davi diante do Gigante I Sm 17:37 "Disse mais Davi: O Senhor me livrou da mão do leão e da do urso; ele me livrará da mão deste filisteu..." o que dava segurança a este jovem diante da morte certa era o fato de andar (relacionar-se) com Deus durante a sua vida, "o mesmo Deus que me livrou, me livrará" Davi não tinha medo, e, isso fez com que enfrentasse um grande desafio em Paz. Observe a vida de Eliseu II Re 6:8-23, a cidade onde ele estava foi cercada pelo exercito da Siria, o seu moço ao se levantar pela manhã depara com tal situação e se desespera narrando-a ao Profeta que com tranquilidade faz a seguinte oração: "Senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja."..."E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu." diferente de seu moço, Eliseu tinha uma visão clara do poder e das obras de Deus, isso lhe isentava do medo e lhe dava Paz. Muitos são os exemplos, mas quero encerrar falando de Pedro, pois viveu algo inusitado, o livro de Atos dos Apóstolos no Cap. 12 conta-nos a história da prisão de Pedro, mostrando-os uma Igreja em constante oração, o texto diz que Pedro foi entregue a 4 quaternos de soldados, ou seja, 16 homens. Pedro seria entregue a morte logo depois da Páscoa, mas, mesmo sabendo disso ele dormia tranquilamente, e esta tranquilidade é evidente quando Pedro só percebe que Deus estava o livrando depois de estar na rua, livre, antes disso ele achava que estava sonhando (leia o texto). O que faz um homem sonha tranquilamente horas/dias antes de sua morte é a ausência de Medo da morte, e esta ausência só acontece na vida daqueles que teem certeza de que "Deus está no Controle de tudo" por esta certeza Pedro estava em Paz. Muito poderiamos falar ainda, mostraríamos Daniel na Cova dos Leões, seus amigos a Fornalha de Fogo ardente, etc... todos estes homens viveram em Paz no meio de terríveis conflitos, Mas, quero que você lembre-se das palavras de Jesus em Jo 14:27 "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem tenhas medo." A Paz que o mundo oferece é uma paz baseada na ausência de guerra, coisa que o próprio mundo não pode proporcionar, já a Paz que Jesus oferece não depende as ações externas (o mundo) mas da ação que ELE pode gerar dentro de Você (Interna), não é uma Paz de fora pra dentro, mas de dentro pra fora. Só com Ele eu posso ter Paz no Meio da Tempestade. Em Mateus 8: 23-27 diante de uma tempestade Jesus esta dormindo no barco, como isso é possivel? como Ele tinha Paz pra isso? Grave bem na sua mente: Paz não é ausência de guerra e sim ausência de Medo! e todos os Dias o Senhor nos diz: Não Temas - ou seja: não Tenhas medo, tenhas PAZ!

terça-feira, 6 de julho de 2010

1º Espaço Mulher foi muito BOOOOMMMM

Deus honrou, foi uma tarde de muita alegria, compareceram cerca de 23 Mulheres que foram abençoadas com um momento de louvor, palavra ministrada pela irmã Lucimar da IPR de Peruíbe e uma palestra sobre tendências de beleza (cabelo) que foi apresentada pela Cabeleleira Suelen Cavalheiro, sem contar os momentos de brincadeiras, sorteios de brindes e o chá.
O ambiete foi marcado com a abundância de alegria e comunhão que contagiou a todos. O evento foi tão bom que até alguns homens que estavam auxiliando no trabalho de montagem e louvor, ou que estavam esperando suas esposas deram uma entradinha pra pegar um "lanche".
Agradecemos a Deus e a todos(as) que cooperaram com a realização, lembrando que em Setembro tem mais!
Confira abaixo os flashs de alguns momentos do 1º Espaço Mulher: